Siga-nos nas redes sociais

Olá, o que você está procurando?

Curiosidades

Vídeo mostra os desafios para recuperar contêineres que caíram no mar

Vídeo mostra como é normalmente feito para tentar recuperar os contêineres que acidentalmente caem no mar todas as semanas. Confira na íntegra!

Caso você está esperando o lançamento de um eletrônico ou gadget que foi adiado ou simplesmente fez compras de roupas na China ou outro país e o seu pedido ainda não chegou, o motivo pode ser um tanto quanto bizarro. Seus produtos podem estar no fundo do mar em contêineres, literalmente.


Recentemente, o canal no YouTube Fluctus, fez um vídeo super completo nos mostrando como é feito o manuseio de contêineres que são transportados por todo o mundo via terra e mar, bem como o desafio de recuperar contêineres tão robustos quando eles estão perdendo um no fundo do oceano. Vale a pena conferir!

Além disso, existe uma estimativa de que cerca de mais de 3 mil containers caíram de navios cargueiros desde o início de 2021, em pelo menos seis incidentes separados.

De acordo com dados apurados do World Shipping Council, entidade que cuida do transporte de mercadorias via mar, isso é mais do que o dobro do número de containers perdidos anualmente entre 2008 e 2019.

Ainda assim, entre as possíveis razões para isso estão o clima, o aumento no volume de importações ligado à pandemia e até um fenômeno conhecido como balanço paramétrico. Os primeiros dois motivos são fáceis de entender em conjunto.

A alta demanda faz com que travessias sejam feitas em condições de navegação não ideais. Além disso, há neste momento na América do Norte muitos containers vazios esperando voltar à Ásia. Por causa disso, é possível que as transportadoras tenham colocado em serviço containers mais antigos e usados, mais propensos a ter travas defeituosas ou corroídas.


Some a isso o fato de que os navios estão vindo muito lotados para o Brasil e outros países. O que aumenta as chances de acontecer um fenômeno conhecido como balanço paramétrico.

Isso acontece, de forma resumida, quando o tamanho e o intervalo de tempo entre duas ondas se “encaixam” na forma do navio, atrapalhando sua hidrodinâmica e afetando sua estabilidade.

A bordo, esse movimento se parece com um balanço de berço que vai de um lado para outro, com inclinações que podem chegar a até 35 ou 40 graus em cada direção.

E você, o que achou do vídeo sobre os contêineres? 🙂

Com Informações Adicionais: World Shipping Council



Sobre o Autor

Meu nome é Juan de Souza, tenho 23 anos, sou empresário, investidor, blogueiro, streamer e podcaster. Comecei o meu primeiro negócio aos 10 anos de idade, utilizando uma conexão discada no Brasil. Fundei negócios como o TFX, Coliseu Geek, Click Wallpapers, Falando de Coisas, dentre outros.

Visualizar comentários

Veja o que recomendamos do nosso Coliseu para você:

Curiosidades

Você em algum momento já se perguntou o motivo do mascote do Linux ser um Pinguim (ou Penguim em inglês)? É um fato bem...

Curiosidades

Acredite se puder, mas é muito comum estrangeiros terem ou entenderem algo como um padrão em relação a um país. E isso é normal,...

Curiosidades

Recentemente, tive um problema com o meu MacBook Pro: o próprio sistema operacional estava ocupando mais de 50% de todo o SSD do meu...

obsolescência programadaobsolescência programada

Tecnologia

Certamente, você já deve ter solicitado a recomendação de determinados produtos aos amigos, familiares e conhecidos, a fim de evitar decepções após a compra....